21 janeiro 2009

Odeio Estudar... Grande novidade, não?

Ando a estudar Direito para os que ainda não sabem e, sinceramente, não podia estar mais farta. E só comecei a estudar ontem! Matem-me a sério, não deve ser tão mau do que ter de estar com a cabeça enfiada no Código Civil e numa Constituição.


O meu inferno pessoal é ser estudante de Direito.


As coisas que uma pessoa descobre por se lamentar. Até hoje sempre pensei que o meu inferno pessoal fosse estar numa sala de cinema a ver todos os maus filmes de bons livros que se fizeram, mas afinal não. Hum, vou actualizar a minha ficha pessoal *actualiza*.

Agora... bem, era mesmo só esse o assunto do post.

Fevereiro tenho férias *ALELUIA!*
.

18 janeiro 2009

Catherine Hardwicke, Peter Jackson (entre outros) parem quietos!

Sinceramente, a época em que em rejubilava quando faziam o filme de um livro que eu gosto já passou há muito tempo. Tenho que admitir que o meu maior problema nem é o que eles fazem à história, aos personagens ou mesmo aos pormenores a que eu ligo tanto. Isso pode ser ignorado se nos esforçarmos por isso e fingirmos que a película nem sequer foi feita. Ando a fazer isso com o “Senhor dos Anéis” e, no momento, com o “Twilight” – ou “Crepúsculo”, como foi traduzido cá em Portugal.
Foi exactamente por causa deste último que cheguei a uma conclusão que me fez franzir o sobrolho e pensar irritada que mais valia a pena deixarem a porcaria das grandes histórias em paz. Porque, vejam isto do ponto de vista de uma leitora compulsiva, de repente, toda a gente se torna uma grande especialista naquela história sem nunca sequer ter lido os livros. Felizmente ainda há aquelas pessoas que ainda lêem os livros e essas ainda são as que eu mais tolero entre os “nouveu-fans”.
Mas, voltando aos que apenas vêem os filmes, nós, os fãs antigos, os que leram os livros quando ainda ninguém alguma vez ouvira falar – neste caso especifico – de “Twilight”, somos confundidos com esses – voltando a usar a expressão – “nouveu-fans”. Vamos a ver, há seis meses atrás eu andava a morrer porque o “Breaking Dawn” ia sair nos EUA – e cá ainda nem sequer saiu – e as pessoas ainda estavam às cegas sobre o filme. “Sobre vampiros”, “Com o bonzão que entrou no Harry Potter 4”, coisas assim era o que se ouvia.
E agora, dois meses desde que saiu o filme, toda a gente percebe daquilo, toda gente sabe tudo sobre os personagens e sobre os seus gostos e as suas relações. E nós, os que já leram todos os livros – não resisti e comprei e li o último em inglês – somos às vezes confundidos com esses fãs que percebem pouco ou nada.

Por isso, por favor realizadores, deixem os bons livros em paz. Estão a estragar a vida a muitos grandes fãs, criando uma raça – que devia ser exterminada –, esses “nouveu-fans”.

10 janeiro 2009

New Blogs, New Themes

Tenho dois blogs novos. E aqui está a descrição de ambos:

My Head on My Keyboard (http://headkeyboard.blogspot.com)
É o blog onde eu bitch around coisas que os computadores e a internet me fazem. Provavelmente não vai durar muito tempo (porque eu sou assim, no more whys) ou talvez sim, depende da bondade dos computadores nos próximos tempos.


Lets be Sinners (http://minna-sinner.blogspot.com)
Um titulo já conhecido por quem me conhece há algum tempo mas, this time, será um blog onde irei postar os meus textos criativos. Quando o fizer, haverá um aviso aqui e tal e coiso. Porquê? Porque me apeteceu e tive um trabalhão do caraças (mentira) a alterar o layout e apetece-me usá-lo.



Ando demasiado organizada. Onde é que está a Vodka?

06 janeiro 2009

Resoluções de Ano Novo

Ora bem, coisas que pretendo fazer neste Novo Ano:

- Escrever desenfreadamente

- Ler desenfreadamente

- Ouvir música desenfreadamente

- Rir-me desenfreadamente de pessoas que tudo o que fazem na vida é olhar para os outros sem olhar para elas mesmas

- Ficar emo desenfreadamente

- Vestir (desenfreadamente) tudo o que me apetece sem me preocupar com o que os outros pensam (não desenfreadamente, porque as pessoas que julgam o que eu visto nem sequer pensar devem)

- Trocar mensagens desenfreadamente

- Pensar em situações estupidas desenfreadamente e rir-me sozinha (ou com pessoas que também lhes acham piada) desenfreadamente.






Querem saber uma coisa?



Fiz tudo isto em 2008